REVIEW: EXO – THE WAR

E cá estou eu com a review do The War, 4° full do EXO.

Se eu tivesse escrito esse post há 1 ano atrás, eu provavelmente estaria rasgando uma seda enorme pra isso, falando sobre como o EXO é inovador e reis do kpop, que The War era o álbum do ano, etc e etc. Mas com o tempo eu fui apagando um pouco a minha hype com eles, e eu acho que isso ajudou bastante na minha opinião sobre o álbum, que pra felicidade de todos, é bem melhor do que o single. O que eu achei vocês conferem ai:

Ouçam pelo Spotify:

Iniciamos com The Eve, uma faixa que começa bem lenta, somente com uns acordes de baixo no instrumental e tudo mais. Mas acho que um dos maiores prós da faixa é que o refrão, ao invés de ter a comum desacelerada do PR&B, continua linear, mas com mais elementos na backtrack. Bem bacana e provavelmente uma das melhores do álbum.

Dentre os teasers individuais, ela era uma das que mais me deixou curioso pra saber como seria, e felizmente, ela é boa. Começamos bem.

chen-the-war-ko-ko-bop-teaser-photo4

O exo-l interior pode ter dado uma saída, mas o Chen biased continua vivo, finalmente esse homem tá loiro aaaaaaaaaaaaa

E então temos… KoKoBop. O single. É… eu acho que não tem lá muito o que dizer da faixa que eu não tenha dito no post do comeback, que a faixa é pouco memorável (principalmente nos versos), o refrão é bem fraquinho, e que se não fosse pela chaleira apitando, as coisas ficariam piores. Mas se serve de alento, KoKoBop é o único momento do álbum em que temos uma faixa ruim.

What U Do? vem pra melhorar as coisas (eu acho que ela ficaria melhor como a 2° faixa do álbum, por seguir a mesma aura sóbria de The Eve e tal, mas enfim). Essa aqui é a mais acelerada até aqui, e é EXO no funky concept, então nem preciso dizer que ela é ótima, já que isso sempre se encaixa neles. Adoro o refrão explosivo e os sintetizadores pseudo-tropical house. Seria a title perfeita…

 

Outra boa faixa aparece, adoro esse começo de Forever, que é todo melódico com o Chen berrando, e depois ela fica bem farofenta e misteriosa, com um clima até que levemente futurista. Ai pra fechar, ela engrena num refrão dramático e gritado. Bem boa também.

Eu não achei Diamond ruim não, mas acho que eu poderia gostar mais dela caso o refrão posse explosivo alá o de What U Do, essa coisa fodona com instrumentais pesados não combina muito com EXO, e aqui não foi diferente. Mas todo o seguimento da faixa até os 35 segundos é bem bom e poderia ter sido aproveitado.

 

Logo após, temos Touch It, a icônica faixa que fala sobre bater uma “um homem que não consegue controlar os gestos de sua mão”, que é bem mais animadinha (provavelmente a mais até agora). A vibe pseudo-jazz dela é bem legal, me lembrou levemente Unfair, do Sing For You, no quesito de sonoridade e tal. A bridge em coro é bem legal também…

Justamente por Touch It ser a mais animadinha e tal, fico em duvidas sobre onde ela se encaixaria melhor na tracklist, porque a transição da anterior pra ela não é lá das melhores, mas da pra viver assim.

 

Eu disse que a transição Diamond-Touch It é meio brusca, mas não posso dizer o mesmo de agora, porque Chill vem em ótima hora. Não só isso, mas ela é bem legal também, e mesmo tendo várias mudanças sonoras, no final ela soa bacana (apesar de que eu dei uma estranhada nessa key-change la pelo fim da faixa nas primeiras ouvidas, mas já me acostumei)

Walk On Memories vem como a primeira fillerzona do álbum, mas é a única também, então da pra perdoar. É a típica ballad encerradora de álbuns (mas nesse caso, ela vem como a penúltima, nem sei como a SM não deixou ela por último…). Uma pena que ela seja tão comum, porque esse começo macabro dela me fez ficar animado por uma possível Hurt 2.0.

do-ko-ko-bop-teaser3

E pra fechar de vez o The War, temos Going Crazy. Eu gostei da aura sombria que os versos iniciais dão pra faixa (principalmente com esse violino raivoso), mas depois ela vira um future bass meio dark. Bem boa e um encerramento mais do que legal pro álbum. Ah, e os breaks que vem do nada são ótimos.

No fim, o resultado final é bem positivo. Mesmo com um single bem meia boca, o The War vem como um ar de esperança nas nossas caras, dizendo que nem tudo está perdido nesse comeback. Ele tem só 1 faixa de fato ruim, e só uma filler, e pra um álbum que tem só 9 faixas, isso é muito bom. E eu também gostei do fato de que ele soa coeso no fim, mesmo sendo variado sonoramente. Não digo que é o melhor deles, mas é bem bom, e depois do EX’ACT, fico feliz que EXO tenha vindo com um bom álbum. Se por acaso eu tivesse que fazer um ranking com os fulls deles, seria EXODUS > The War > XOXO > EX’ACT (eu esqueci de editar o ranking e ele tinha ficado na ordem errada). Eu iria dar 6 inicialmente, mas com mais ouvidas, acabei curtindo mais o álbum e a nota aumentou, hihi. Nunca te critiquei, EXO.

654f9b99fe6ba6ea63837c085c7d3f63-1000x1000x1

The Misconceptions Of Me ~ Review

EXO – The War

Lançamento: 18/07/2017

Nota: 7,25

TOP3: What U Do, Forever e Going Crazy

E vocês, o que acharam do The War?

Não se esqueçam de curtir a página do blog, e se gostou do post, compartilhe ❤

Anúncios

19 comentários sobre “REVIEW: EXO – THE WAR

  1. Minzycreide disse:

    Eu nem ouvi o mini ainda porque queria ler um review primeiro para não perder memória e tempo baixando pra depois ter que excluir algumas faixas.
    Unfair… Ok, eu lembro dela. Era minha preferida do Sing For You na época do lançamento.

    Curtir

  2. whatevercarla disse:

    Eu curti o álbum e não senti necessidade de mudança na ordem das faixas, ele desceu redondo comigo. Foi até maroto deixar a balada por penúltimo pra fechar nas good vibes haha

    Não consigo pensar em nota pro The War, mas o saldo é bem positivo sim!
    P.S.: Ponto novamente pro maknae carismático da blogosfera BR 🙂

    Curtir

  3. Filha de Shipp Canônico disse:

    So tem umas 3 que preste, o resto é esquecivel demais

    Não que tenha sido uma morte horrível, mas a sonoridade das músicas estão muito parecidas e isso cansou os ouvidos. Por mais que não exista nenhuma música desse álbum que me faça querer tacar fogo nela

    Pelo menos temos ❤ The Eve ❤

    Minha exo-L interior está muito adormecida, mas continuo apoiando o Kyungsoo, Lay, Chen e Suho como sempre

    Nota: 4.5 (ruinzinho)

    Curtir

  4. Sou Madeline 🎶🎶 disse:

    Esse é o meu primeiro comentário aqui (obrigada por me encorajar no cc)
    Bom,eu gostei muito da forma como você comentou o álbum,eu também não gostei de kokobop(eu esperava mais do EXO).Ja com relação ao album eu vi algo a mais,gostei muito,tá bem melhor que o EXA’CT,mas pra mim exodus continua o melhor deles.Eu realmente espero que title do próximo comeback seja algo relevante.
    Ps:Parabéns pelo blog XD

    Curtir

  5. Toshio disse:

    Acho que como tbm não gostei do EXA’CT ,ouço só até Artificial Love ❤ , esse album teve um impacto positivo em mim, nem lembrava como era a sensação de ouvir um album bom de EXO, pq o ultimo bom que ouvi msm foi o EXODUS. Agora talvez um Daesang não seja tão estranho desse album ganhar (apesar que no final todos esses premios são obviamente comprados ou sempre vão pros mais hypados e que vende mais).

    Curtir

  6. BLACKSHEEP▪ INFINITE▪ OT7 disse:

    1. 전야 (前夜) (The Eve): A minha segunda favorita pelas razões que você apontou.

    2. Ko Ko Bop: O “shimmy Shimmy Ko-Ko-Bop” do Baek no início, a cheleira apitando, e o “Break it down now” do Sehun me fizeram entrar no clima e achar a title memorável.

    3. What U Do? : Gostei dela porque me dá a sensação de estar ouvindo uma música da década de 90/80, essas épocas ai… Mas acho que eu não ia curtir muito ela de title não. Imagino ela para o SHINee.

    4. Forever: Simplesmente a MELHOR faixa na minha opinião. Não dei uma foda neste inicio com o Chen cantando “Você poderia ser minha única estrela”, mas depois do hipnótico “forever” do BaekHyun… CARALEOOOOO QUE MÚSICA BOA.

    5. 다이아몬드 (Diamond): Minha terceira favorita, só pelo “shinin shinin shinin just a diamond blindin blindin you like a diamon” que não saem da cabeça. Boa música “Diamond” não é, mas é icônica, e esse refrão é o suficiente para me empolgar e me fazer dançar assim:

    6. 너의손짓 (Touch It): Música ruim. Esse início pavoroso lembra aquela música free que já vez instalada no Windows. Próxima.

    7. 소름 (Chill): Não gosto de 60% desta música. Concordo com você quando diz que no final ela soa bacana, eu msm só começo a apreciá-la aos 2 min com a linha do Sehun.

    8. 기억을 걷는 밤 (Walk On Memories): “Do it do it do it do it do it do it” é aquelas músicas lentinhas obrigatórias do EXO. Ela faz lembrar o album XOXO que está cheio de coisas do tipo. “Do it do it do it do it do it do it” é menos inspirada que “Baby”, “Peter Pan” e “Don’t go”, mas dá para cantar no finalzinho do show enquanto caem balões e o fandom os acha fofinhos.

    9. 내가 미쳐 (Going Crazy): É ótima, a minha quarta favorita. Como muitos apontaram, essa música vem para manter a consistência do grupo.

    2014: call the doctor
    2015: call me baby
    2016: call me monster
    2017: call me crazy

    I HATE YOU WOOOOO

    Enfim, o meu saldo com The War é positivo. Gostei muito de cinco músicas. E nesta semana me converti a EXO-L pela qualidade do album. Findado o comeback eu volto a minha rotina normal.

    Gostei da sua review grãozinho de arroz ❤ . Mas sei que no fundo, The War não te empolgou tanto, o que é super normal e compreensível.

    Curtir

  7. HELO disse:

    O álbum tá bem proveitoso, desceu redondo e tá bem diferente dos lançamentos de boygroup até agora.

    Ko Ko Bop acabou ficando pra ser algo experimental só que mal acabado. Chill teria feito um trabalho melhor e de bônus teríamos DO emulando DEAN e sendo mais interessante que o original.
    Acho que só tiraria Forever por algo emulando Boyz II Men por parecer muito NCT. Sério tô ouvindo e trocando pelo Mark e Taeyong comendo os versos.

    O comeback teria sido mais aproveitado com duas faixas, fez bem pra eles ano passado e seria mais interessante pro The War, pelo menos a SM foi esperta colocando trechos nos teasers. É esperar o repack.

    Estou começando a ter fé na SM por estar se importando com material dos grupos mais novos, espero que aconteça com SUJU E SNSD ( mas que venham com farofas datadas) também.

    Adoro suas reviews, mais um blog pra minha lista.

    Curtido por 1 pessoa

    • Adriano disse:

      Sim, acho que um double a-side pra esse álbum teria feito bem pro comeback, tipo com The Eve ou What U Do ali (apesar de que eu trocaria KoKoBop por qualquer outra pra vir junto com uma das que citei, haushaush)

      Ahh, fico feliz que goste das reviews ❤

      Curtir

  8. Tássia disse:

    Ai Driano, vc elogiou quase todas as faixas, merecia um 8, vai? Hahahahaha é o segundo melhor album do EXO, isso não é pouca coisa! Mas muito boa a review como sempre 🙂

    Minha preferida foi Chill, D.O fazendo rap ❤

    E ❤ Chen loiro ❤ arrasando todos os visuais, ele, Suho e Xiumin tão príncipes mesmo

    Curtir

    • Adriano disse:

      Eu até pensei, mas achei que seria muito, ahsuahsuha, e fico feliz que tenha gostado ❤

      Ai, o Xiumin tá uma coisa linda nessa era, acho que é a minha favorita dele, o Suho é lindão de qualquer forma, então já era de se esperar, hihi

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s