‘Bling Bling’ é terrível, mas ‘B-Day’ compensa todo o double a-side do iKON.

E hoje também teve o comeback do iKON, que tava sendo bem aguardado pelo fandom porque, por algum motivo, o YG enfiou eles no Japão por mais de um ano e o último sinal de vida deles na Coreia havia sido no double a-side no final de 2015 (olha minha cara de quem vai considerar aquela #WYD lá do ano passado como algo decente). E como é costumeiro da YG, eles vieram com dois mvs, começando pelo principal, confiram ai, Bling Bling:

Eu não sou lá o maior adorador de iKON que tem, gosto de umas 4 músicas deles e gosto do ❤ ❤ Bobby ❤ ❤ apenas, mas de resto, sou neutro (não acho eles a nova personificação da qualidade como o fandom acha mas também não acho eles uma bomba ambulante igual os não-fãs acham), então eu nem liguei tanto pros teasers e afins desse comeback.

Bem, Bling Bling é menos acelerada do que as últimas farofas lançadas pela YG (e ela tem um refrão, pra dar uma variada, não é ótimo?), mas é tryhard igual. É grudenta e o refrão acaba ficando na cabeça mesmo com poucas ouvidas, mas de resto, é bem ruinzinha e mais do mesmo.

giphy8

Acho que se ela mantivesse o ritmo levemente mais acelerado do refrão final teria ficado melhor. Bling Bling é aquele tipo de música que necessita um pouco do fator biased pra funcionar, então acho que se fosse de um boygroup que eu curto e staneio fortemente, eu provavelmente teria adorado.

E o mv é o habitual da YG, cheio de cenários e tal, mas nada a se destacar nem nada. Como faixa principal, acho que ela foi meio fraca, mas felizmente temos isso aqui pra compensar, confiram ai, B-Day:

Ai, que música boa. Uma coisa que eu percebi nos últimos anos é que, quando é pra eu gostar de uma música que saiu da YG, eu gosto MUITO. Foi assim com vários lançamentos que saíram de 2014 pra cá, e essa aqui entra pra lista.

B-Day ainda tem bastante do sou-foda-concept da YG, mas ela é bem menos tryhard e opta por um clima mais descontraído e de encerramento eufórico (mais ou menos o que acontece com What’s Wrong), o que faz com que a faixa ganhe muitos pontos.

giphy9

O instrumental é ótimo, os riffs de guitarra bem tímidos + sintetizadores leves e eletrônicos na backtrack são bons, os raps não soam deslocados como se tivessem sido colocados ali só pra Bobby e B.I terem o que cantar, e o pré-refrão e o refrão (que é grudento) são bem legais também. Arrisco até dizer que é uma das melhores deles até hoje (ok que não é uma proeza tão notável).

O mv é a mesma coisa que disse lá em cima, segue o padrão YG de estética mas nada a se destacar muito. Porém qualquer acompanhamento visual é bem vindo.

No mais, temos uma faixa ruim e uma boa, mas que é boa a ponto de compensar tudo. Uma pena que B-Day é só a faixa de fundo pra real title, porque a situação poderia muito bem ser inversa.

E vocês, o que acharam de Bling Bling e B-Day?

Não se esqueçam de curtir a página do blog, e se gostou do post, compartilhe ❤

Anúncios

2 comentários sobre “‘Bling Bling’ é terrível, mas ‘B-Day’ compensa todo o double a-side do iKON.

  1. BlackSheep 🐑 disse:

    Como o iKON tem o fator biased comigo, eu gostei das duas, principalmente de B-Day. Mas como a maioria não é como eu, muitos acharam isso uma bomba. Eu já estou tão acostumada as pessoas acharem iKON uma morte horrível que nem ligo kkkkkkkkkkk. Aprecio solitariamente.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s