REVIEW: EXID – ECLIPSE

Olá, como vocês estão?

E cá estamos com mais uma review semanal. O comeback do EXID estava com várias expectativas a sua volta. Afinal, Solji está afastada, e como o grupo possui muita essência individual em cada integrante, provavelmente todo o povão capopeiro ficou aflito em relação a como elas se sairiam. E bem, o single vocês já viram, e como eu disse, achei ele bem bacana, e assim como previsto, acabei me viciando.

EXID sempre foi bem mediano em questão de álbuns, isso até o ano passado. Será que o Eclipse é bom como seu single e segue a linha de qualidade, ou o Street foi somente um golpe de sorte? Confiram ai.

Ouçam pelo Spotify:

O mini se inicia com Boy. O clima bem melancólico e minimalista, somente com o baixo na backtrack, é bem bonitinho, e acho que só assim a faixa já seria bem bacana. Mas ai chega o pré-refrão, e quando achamos que o refrão lento, porém com mais pulso vem, recebemos um break cheio de ”boy”. É bem inesperado e agrega bastante na faixa, tirando ela do lugar comum das midtempos. Um ótimo início e também um grande destaque.

E então, Night Rather Than Day, o single. Como eu disse, ela é a midtempo urbana que EXID lança quando não está vendendo gasolina rosa nem descobrindo m.e.n.t.i.r.a.s, e como todas as outras, eu curti bastante. É grudenta e as leves influências de disco ajudam a faixa a ganhar mais força, saindo da zona de filler sem graça. O mv bem retrôzinho é bacana também, e combina com tudo.

Tenho certeza que Boy sendo single causaria muito estranhamento, então mesmo tendo achado ela ótima, até compreendo a title ter sido essa aqui. Btw, foi uma boa escolha também.

How Why é a única uptempo do álbum, e ela cumpre muito bem seu papel. Seu início com barulho de mar e os versos iniciais mais lentos nos dá a entender que será uma midtempo um pouco mais alegre, mas ai chega a parte de Hyerin e ela começa a ganhar forma, sendo fechada com as linhas grudentas de LE, e então, se transforma num tropical house. Porém, a escolha dos sintetizadores mais diferentões fez toda a diferença, ao invés de usar os óbvios sons mais etéreos, aqui ela se assemelha mais a um dubstepzinho leve.

Seguindo, temos Woo Yoo, solo da Hani. Assim como Hello, é uma midtempo melancólica, porém essa é mais acústica no violão e voltada ao R&B. É provavelmente a que menos funciona fora do álbum, mas não deixa de ser gostosinha de ouvir.

E finalmente LE decidiu botar um solo seu em algum álbum. Velvet encerra as faixas cantadas muito bem, sendo uma downtempo que mistura canto e rap, o que eu achei muito bom, já que ela evita querer esfregar em nossas caras o quão bom é seu rap e pra isso deixar a faixa 100% versos, erro que acontece muito em solos de rappers. Com isso, eu fico meio curioso pra saber o estilo que ela seguirá num provável talvez debut solo, já que LE se mostra bem versátil no rap.

Pra fechar de vez, o instrumental de Night Rather Than Day. É legal e os elementos de disco ficam ainda mais audíveis aqui, o que achei bacana, mas eu particularmente não sou muito chegado a instrumentais (salvam pouquíssimas exceções), então não é lá algo que se destaque, ao menos pra mim, né.

O Eclipse é um mini muito bom. Mostra um lado mais melancólico do EXID que até agora não havia sido tão explorado, tem faixas bem sólidas e sua tracklist é muito bem montada. fazendo com que ele funcione bem tanto quanto álbum quanto de forma avulsa. Porém, ele não é muito variado sonoramente, então pode soar enjoativo e/ou repetitivo pra algumas pessoas, mas de qualquer forma, sua ouvida é 100% válida. E bem acho posso dizer que o Street não foi um golpe de sorte, e que EXID entrou na zona de qualidade de vez, expandindo suas músicas bacanas para as bsides. Só espero que elas voltem mais uma vez esse ano.

exid-eclipse-3rd-mini-album-1

The Misconceptions Of Me ~ Review

EXID – Eclipse

Lançamento:  10/04/2017

Nota: 9,5

TOP3: Night Rather Than Day, Boy e How Why

Pra quem quiser mais EXID: Street

E vocês, o que acharam do Eclipse?

Não se esqueçam de curtir a página do blog, e se gostou do post, divulgue ❤

 

 

Anúncios

3 comentários sobre “REVIEW: EXID – ECLIPSE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s