As 10 melhores faixas de Março/2017

Olá, como vocês estão?

Mais um mês se passou, e com ele, a seleção das 10 melhores faixas, de acordo com meu gosto.

Março foi um mês que começou bem sólido, mas que mesmo desandando, não chegou a ser algo horrível (e diga-se de passagem que, até agora, 2017 compensou todo o horror de 2016). E dessas faixas que são no mínimo bacanas, selecionei as que mais gostei, e como já disse, sem ordem de preferência. Se está aqui, é porque gostei.

Lucy – B-day

lkgnis

Essa aqui passou meio batida, mas o debut solo da Jiyeon, do GLAM, sob o nome de Lucy, não poderia ser melhor. B-day pega tudo o que há de bom no – infelizmente – saturado house e toma pra si. B-day tem um clima bem sóbrio em seus versos mas que depois fica tudo mais animado e alegre no refrão, e até o rap de Kisum, que por algum motivo desacelera a faixa ao invés de continuar com o uptempo, é bom e agrega até que um pouco no conjunto final.

-x-

Charisma.com – Chicken Boom

charisma-com0207

not not me (sim, em minúsculo), novo álbum do Charisma.com, passa pela mesma coisa que o do ano passado: numa primeira ouvida ele soa como a coisa mais chata do universo, mas quando se ouve novamente, ele fica cada vez melhor. E dentre várias faixas bacanas, a que mais curti foi essa aqui. Ela é praticamente refrão, mas muito grudenta, tanto pelos “no way” quanto os “ch-ch-chicken boom” mais discretoss, e a backtrack eletrônica misturada com umas guitarras é ótima. Destaque pra bridge também. Ouçam aqui.

-x-

Girl’s Day – I’ll Be Yours

girls-day-everyday-5-6th-mini-album

Eu disse no post do comeback que havia achado I’ll Be Yours, boa, mas não tão impactante pra quase 2 anos sem Girl’s Day. E continuo achando isso, mas nada me impede de acabar viciando na faixa. E foi o que aconteceu. I’ll Be Yours mistura pop e jazz muito bem, e mesmo sendo totalmente salva pelo refrão, continua sendo bem bacana. E ainda por cima é a primeira música delas onde eu sei quem está cantando cada parte, ao invés da minha mente assimilar tudo como uma massa de Minah’s + rap da Yura.

-x-

Hwang Insun – Hey, Hwang!

hwang-in-sun-hwang-ya

Todo ano, ao menos uma vez, alguém lá no kpop precisa saber o que está fazendo com sua carreira e lançar um farofão bestial. Em alguns anos nós damos sorte e recebemos isso duas vezes. E dessa vez, a salvadora foi essa moça aqui, que pra quem não sabe/reconhece, é a tia do Produce 101. Hey, Hwang é um farofão mega datado, mas que exatamente por isso se torna bom. Não sei se é bom pela piada ou bom mesmo, mas é farofa, todo mundo gosta de farofa, não é mesmo? E destaque pro barulho de cavalo no meio do pancadão que eu achei icônico.

-x-

LOOΠΔ – You And Me Together

amor e vida

LOOΠΔ ganhou uma unit no mês passado, ignorando totalmente o projeto inicial. E num mini bem agradável, mesmo que pouco interessante, You And Me Together me chamou a atenção. O instrumental abafado que vai crescendo até o primeiro verso é bem bacana, e os elementos de new jack swing misturado com synthpop são ótimos. O refrão é até que marcante e o resultado final fica bem bonitinho. Ouçam aqui

-x-

Highlight – Plz Don’t Be Sad

doojoon-highlight_1490192380_af_org

Após vários perrengues com a Cube, Highlight conseguiu fundar sua própria empresa, e o comeback/debut não poderia ter sido melhor. Plz Don’t Be Sad traz toda a aura funkeada e alegre que não dava certo com eles na época de Beast e transforma num estilo mais do que apropriado pro grupo. Os versos são bonitinhos e o pré-refrão desacelerado dão uma força pro refrão vir explosivo o suficiente pra marcar, junto a um mv bem legal de assistir, fica tudo bem bacana.

-x-

Monsta X – Oi

the clan pt 25

Como vocês devem ter visto, eu achei o Beautiful bem bacana, e mesmo tendo um single bem digno, Oi pegou totalmente a minha atenção. Frenética e grudenta, é o tipo de farofa que Monsta X lança quando tá bem inspirado, e que geralmente da bem certo, pelo menos até hoje. Agora é só torcer pra ela ser a escolhida a receber o clipe-de dança-num-terraço-que-vai-ser-promovido que já é característico deles. Faça acontecer, Starship.

-x-

Pristin – Black Widow

1200px-pristin_hi_pristin21_cover

O tão aguardado debut do Pristin foi até que bacaninha, e enquanto Wee Woo é divertida pra ouvir as vezes, Black Widow é o verdadeiro hino que merecia ser single. Sendo mais hiphop e girlcrush do que a supracitada, ela mostra bem que o grupo pode se enquadrar tranquilamente nesse conceito algum dia. A caixinha de música da backtrack (que se mostra mais nítida na bridge) contrasta bem com a aura farofenta da faixa, e ironicamente, ajuda a dar um tom mais dark pra tudo. Pelo menos está sendo divulgada junto com a title.

-x-

GFriend – Fingertip

the awakening

Se em Navillera a mudança de conceito não se fez tão digna quanto prometida, Fingertip vem pra esfregar na cara de todos que GFriend sabe fazer outros conceitos. Sendo o melhor single delas, sem duvidas, a faixa pega a sonoridade característica delas e leva a outro nível, misturando com new wave oitentista e fazendo tudo emanar Sweetune em 2011-13. O refrão é grudento e o ~break~ de ~~~rap~~~ antes da bridge é ótimo. Fingertip é aquele tipo de música que vem pra deixar no ar o caminho que o ato vai seguir depois, e eu estou totalmente no hype. E já que falei de Fingertip, ouçam essa obra prima aqui

-x-

Brave Girls – Rollin’

brave-girls-4th-mini-album-rollin-cd

Ah, mas que farofão bom. Rollin’ veio como um hino surpresa pra mim, pois não estava botando muita fé no comeback por causa dos teasers, que indicavam uma midtempo alá Brave Brothers. A flauta que imita os sintetizadores do tão amado e tão odiado tropical house é bem bacana, e ganha pontos ao se manter acelerada, ao invés de desacelerar pra mostrar que Brave Girls é conceitual. E destaque pro refrão após a bridge, que pra mim é  o ponto alto da música. Chega a ser um crime isso só ter 500 mil views.

-x-

E esse foi o post de hoje. Gostaria de ter incluído algumas faixas como Wake Me Up do B.A.P (que mesmo eu gostando depois, não ouvi o suficiente pra curtir realmente, mesmo gostando muito e muito deles) e algumas bsides do mini do Girl’s Day, que é o melhor delas até hoje (algo não muito difícil, mas ainda tem mérito)

E quais as faixas favoritas de vocês que saíram em março?

Não se esqueçam de curtir a página do blog, e se gostou do post, divulgue ❤

Anúncios

5 comentários sobre “As 10 melhores faixas de Março/2017

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s