REVIEW: IU – PALETTE

Olá, como vocês estão?

E cá estamos com a review semanal. Estou levemente atrasado pra comentar o comeback da IU, eu sei. Porém, eu estava achando que sairia um mv pra Jam Jam, e fiquei essa quase uma semana esperando pra poder fazer post. Porém, como não aconteceu e nem vai acontecer, resolvi trazer essa review aqui.

Eu não sou lá o maior conhecedor de IU, só ouvi mesmo o Modern Times e o Chat-Shire, de resto, apenas singles. Porém, curto o estilo extremamente versátil dela, e com o anuncio do 4° LP, já estava a postos pra ouvir, já que ela sempre vem com algo diferente a cada comeback. E o que eu achei dos singles e do resto do álbum vocês conferem ai

Ouçam pelo Spotify: 

Continuar lendo

Sonatine é mais “Love” do que “Evil”, mas é uma faixa legal pro repackage aleatório do LOOΠΔ 1/3.

Olá, como vocês estão?

E aleatoriamente, nessa semana, saíram uns teasers de que a sub unit do LOOΠΔ teria um repackage do mini álbum de debut delas. Foi meio aleatório, mas isso é sinal de que tão tentando fazer mesmo essas meninas acontecerem. Enfim, confiram ai, Sonatine (não faço ideia do que significa mas adorei o nome):

Continuar lendo

Pacotão Aleatório #9 – EXP Edition, Yesung, Berry Good, Chungha, SF9, Jia, HA:TFELT x Suran x Bohyung e Laboum

Olá, como vocês estão?

E nos últimos dias/semanas saíram algumas coisas por ai, e que por motivos variados, acabaram não aparecendo em posts aqui do blog. Então, lá vem o pacotão em que eu comento elas.

Começando pelo inusitado e polêmico boygroup de kpop só com ocidentais que debutou essa semana:

EXP Edition – Feel Like This

Continuar lendo

REVIEW: DO IT AMAZING! – YOLO

Olá, como vocês estão?

E mais uma review semanal. Dessa vez de algo que eu nunca pensei que fosse me interessar de vez: DIA

Quando elas debutaram, há quase 2 anos atrás, o único chamativo que fez com que eu desse alguma bola foi o fato de elas serem da MBK, empresa do T-ara, que eu gosto bastante. E tive uma impressão positiva, já que o aegyo-pseudo-hiphop-em-cenários-urbanos combinava com elas e era o suficiente pra dar uma levíssima identidade visual pro grupo, além de Somehow ser, pelo menos, uma das minhas 30 músicas favoritas de 2015. Mas ai, as coisas começaram a desandar… e desde então, eu não estive ligando muito pra elas. Mas ai, como a vida ama dar reviravoltas, a MBK decidiu dar um 2° LP pra elas (o que ultrajou muita gente, visto que T-ara só teve 1 na carreira toda e isso soou como um A B S U R D O para os queens, mas isso é uma história a parte). E elas pareciam estar voltando a suas origens de aegyo-pseudo-hiphop-em-cenários-urbanos, o que, junto com o LP, foi o suficiente pra me animar pro comeback (já devo ter comentado aqui que full álbuns sempre me deixam hypado)

Acho o 1° LP delas bem, mas beeeeeeem ok mesmo, nada que mude a vida de ninguém, mas nada que chegue a ser ruim. Apenas uma ouvida casual. Mas como será que está esse? Vale a ouvida? O que eu achei sobre a title e o resto vocês vêem ai embaixo.

Ouçam pelo Spotify:

Continuar lendo

FEMM (e LIZ) inventam o 3D na ótima Do It Again.

Olá, como vocês estão?

Dai que, do nada, FEMM resolveu lançar (finalmente) o pv pra Do It Again, o tal single cujo instrumental foi usado no vídeo do #MannequinChallenge que elas fizeram em novembro do ano passado, e que depois disso ficou sem notícias. Eu até cheguei a comentar ontem no twitter sobre como elas haviam esquecido no churrasco, e vejam só, elas lançaram hoje. When will you, Mãe Dináh??????? Confiram ai, Do It Again (feat LIZ):

Continuar lendo

Ninguém mais sabe o que o LOOΠΔ está fazendo, mas tem solo da Vivi. E tá bacana.

Olá, como vocês estão?

E após algumas reflexões sobre entrar ou não em pausa pela minha falta de ânimo, acabei por decidir continuar, afinal, o blog não tem nem 6 meses. Mas enfim, essas coisas ficam pra algum talvez futuro post.

LOOΠΔ está de volta, e de novo envolvendo Vivi. E dessa vez, o solo dela que deveria ter saído em FEVEREIRO (se não tivessem optado por dar só um ensaio de revista pra elas). Eu sabia que iria sair, mas não que seria hoje, e foi uma agradável surpresa. Confiram ai:

Continuar lendo

REVIEW: EXID – ECLIPSE

Olá, como vocês estão?

E cá estamos com mais uma review semanal. O comeback do EXID estava com várias expectativas a sua volta. Afinal, Solji está afastada, e como o grupo possui muita essência individual em cada integrante, provavelmente todo o povão capopeiro ficou aflito em relação a como elas se sairiam. E bem, o single vocês já viram, e como eu disse, achei ele bem bacana, e assim como previsto, acabei me viciando.

EXID sempre foi bem mediano em questão de álbuns, isso até o ano passado. Será que o Eclipse é bom como seu single e segue a linha de qualidade, ou o Street foi somente um golpe de sorte? Confiram ai.

Ouçam pelo Spotify:

Continuar lendo