REVIEW: JONGHYUN – SHE IS

Olá, como vocês estão?

Enfim, mais uma semana e mais uma review. E existe algum motivo plausível pra eu resenhar um álbum que foi lançado em maio do ano passado? Talvez. É que, aparentemente, o Press It do Taemin completou 1 ano ontem, e quando comecei a escrever a review, me lembrei desse aqui, que passou completamente batido em seu lançamento. E também porque nenhum álbum recentemente lançado me chamou a atenção o suficiente pra resenhar. Então, porque não aproveitar essa vibe pra resenhar o She Is?

Eu sempre fui meio receoso quanto a carreira solo do Jonghyun. Suas composições são muito boas, mas por algum motivo os verdadeiros hinos ficavam enterrados nos álbuns, enquanto o single era algo morno, e ver que ele lançaria um LP me deixou bem animado, mas isso passou quando, novamente, uma das faixas mais fraquinhas se tornou o single, mas mesmo assim eu não perdi a vontade de ouvir o álbum. Será que ele é cheio de ótimas faixas que foram ignoradas ou é tão morno quanto sua title? Vamos ver.

Ouçam pelo Spotify: 

Iniciamos com a title, She Is. Pela introdução do post vocês devem achar que eu odeio essa música, mas não, eu até curto, a pegada funky-house é boa e os “oh, she is” são grudentos, mas o problema é: a faixa não tem um climax, sabe? Não há momento algum que faça você querer dar um grito com tamanha hinosidade. Se ela ficasse como um pré-release, ou somente abrindo o LP, mas não sendo a title, teria um aproveitamento melhor. Mas enfim.

Seguindo, White T-Shirt, a minha faixa favorita e que com certeza teria dado um single bem melhor (e provavelmente a mais pop do álbum). O piano+dancehall se torna uma combinação interessante aqui, e tanto o refrão quanto o build-up são grudentinhos. A letra narra como a @ de Jonghyun fica bonita com o estilo casual da camiseta branca. Ah, e a duração curtinha da faixa deixa tudo melhor e com um quê de “ouve de novo ai ”

As coisas desaceleram com Orbit, que segue um clima mais R&B e downtempo. É uma das mais fillers, daquelas que você só ouve na primeira vez que ouve o álbum todo.

jonrriun

Desde o Base, ficou bem claro que o Jonghyun sabe como compor música pra fudê sex jams, e Moon é mais uma prova disso. A faixa é bem minimalista e tem um clima viajado, daqueles que você sai da realidade quando ouve. A letra narra preliminares, e tirando a totalmente desnecessária parte do “eu farei do meu jeito, ainda que você me repreenda”, tá tudo ok com a letra (não sei como isso não deu polêmica, mas enfim).

Aurora encerra o clima R&B/downtempo do álbum. Tem um clima bem similar ao de Moon, então sua vinda nesse momento da tracklist é mais do que perfeita. A faixa, em si, não faz muito sozinha, mas é gostosinha e não chega a ofender.

Voltando ao uptempo, Dress Up, outro destaque do álbum. Dançante e com um instrumental mais carregado, ela vem em ótima hora na tracklist, e revela que Jonghyun também é bom em farofas levemente eletrônicas.

ou-xis

Vestidos das Meninas Superpoderosas – sim, é um vestido – foram a melhor modinha de duas semanas que o kpop teve em 2016. Voltem, vestidos.

Entrando na reta final, Cocktail, que é a primeira faixa que se aproxima de uma ballad. É dramática, e o instrumental é ótimo (principalmente no pré-refrão) e sua estrutura é bem diferente, possuindo um pré-refrão um pouco mais acelerado com tom motivacional, até ir pro refrão triste onde Jonghyun diz que a menina é o coquetel dele.

Mais uma música de preliminares, temos Red, outra ótima faixa. Ela possui o mesmo clima menos lúcido de Moon e Aurora (o que pra esse tipo de música é mais do que necessário). O refrão é bem forte, e fica bem grudento com os “red light” repetidos com frequência. A trindade Dress Up > Cocktail > Red ajuda a deixar o álbum ainda mais forte em sua 2° metade.

skdskm.jpg

E, pra fechar, Suit Up, a única faixa realmente ballad daqui. Não é tão impactante quanto algumas outras faixas mais lentas do álbum, mas não chega a ser filler, e os suspiros de Jonghyun no refrão dão um up bem grande na faixa. Até que é um bom final pro álbum.

She Is é um desses álbuns que mostram bem para o que o artista em questão veio, seguindo a sonoridade dos Base e do Srory Op.1, mas dando um plus na coisa toda, acrescentando faixas bem mais sólidas e pop. Por ter só 9 faixas, ele fica um trabalho fácil de se digerir, principalmente pra quem gosta mais dessa sonoridade. Eu acho que ele se dá melhor como um álbum num todo, não são todas as faixas que ficam 100% aproveitáveis pra se ouvir soltas (principalmente as mais lentas). Ele passou muito batido em seu lançamento, mas aconselho vocês darem uma chance, pois não decepciona.

she-is

The Misconceptions Of Me ~ Review

Jonghyun – She Is 

Lançamento: 24/05/2016

Nota: 7,5

TOP3: White T-Shirt, Dress Up e Red.

E vocês, o que acham do She Is?

Pra quem quiser mais SHINee: 1 Of 1

Não se esqueçam de curtir a página do blog, e se gostou do post, divulgue ❤

Anúncios

6 comentários sobre “REVIEW: JONGHYUN – SHE IS

  1. joysuschrist disse:

    “Passou completamente batido em seu lançamento.” Os meus sentimentos de fangirl, cara! >: Pra mim, os destaques são Dress Up, Cocktail, Moon e Suit Up. Tá, Suit Up é ballad mas a letra fala é tão bonitinha e faz ela bastante subir no meu conceito. E eu tenho que falar (ou fangirlzar) que o Jonghyun de vestido, óculos e cabelo rosa é meu AESTHETIC!!onze!!

    Curtir

  2. Toshio disse:

    Nossa, eu torci o nariz pra esse album quando lançou,pq as promoções forma uma bosta, Sm jogou tudo no meio de um monte de lançamento, então Jonghyun e Luna se prejudicaram nesse meio. Mas o album me ganhou com o tempo, Moon me lembra Hallelujah, ambas são hinos.
    Minhas preferidas Moon > White T-shirt > Red > Dress Up.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s