REVIEW: B.A.P – NOIR

Gosto muito de B.A.P e esperei bastante por um 2° full álbum deles. Eis que, por volta de um mês atrás, começaram a sair os teasers do Noir, e eu não poderia me animar mais: B.A.P voltando com um álbum de estúdio e no conceito que eles melhor fazem.

Fiquei um tempo pensando se faria mesmo essa review, já que é a primeira vez que tento fazer uma. Mas não custa nada tentar, não é mesmo? Então, vamos lá!

Ouçam pelo Spotify:

O álbum começa com Le Noir, a intro no piano que da um clima de filme antigo na coisa toda. Não há nada de muito interessante nela, já que se resume a uns gemidos (que eu presumo ser do Youngjae) e Yongguk falando coisas em inglês com sua voz maravilhosamente grave. Só acho que poderia ser mais curta.

Depois, vamos para Skydive, a title do álbum que todos vimos na semana passada. Remete ao B.A.P de One Shot, Warrior, Power, Badman, entre outras. A música é muito boa, os “we can skydive, free fall” acabam grudando na cabeça com o tempo, e o refrão agressivo é empolgante. E o clima da faixa se adapta muito bem ao clipe. Falando no mv, minha única crítica é: achei longo demais. Poderia ter a história toda resumida em uns 7 minutos e ainda assim entenderíamos tudo. Mas, de qualquer forma, não acho que ele tire o brilho de Skydive, só que acaba sendo cansativo pra quem quer ouvir a música e vai até o clipe, nesses casos é bom lançar uma versão de dança ou algo do tipo.

A próxima faixa (e um dos destaques) é Ribbon In The Sky. O começo com as palmas é bem legal e nos deixa curioso pro que vem a seguir. O pré-refrão é entusiasmante e o refrão é exatamente o que eu esperava, e o efeito sonoro que parece ser tirado de filmes de ação/suspense que fica se repetindo acrescenta muito no instrumental. Uma boa faixa e um bom follow-up da title. A letra homenageando as vítimas da balsa de Sewol e fazendo uma crítica política é ótima também, recomendo.

Logo em seguida vem Killer, a minha faixa favorita do álbum. É um número de disco muito bom, e os “yeah, she’s the killer, bang bang” que se repetem depois do refrão são bem legais e acabam dando um replay factor na música. Acho que, de fato, acrescenta algo na discografia deles, não ficando somente como uma bside boa.

As coisas ficam mais lentas em Fermata, uma das músicas que tem seu instrumental usado no mv de Skydive e que é cantada apenas por Himchan, Daehyun, Youngjae e Jongup. O instrumental e os vocais estão bons, mas não acho que a faixa faça muito fora do álbum. Por exemplo, eu não me vejo escutando Fermata quando ela aparecer no aleatório. Uma faixa mediana, mas que não faz um estrago no álbum.

O nível do álbum dá uma caída em Confession (ou Pray, vi ambos os nomes), um duo de Yongguk e Zelo. Fiquei animado quando soube que teria uma música da rap line, pois ambos são meus favoritos no grupo. Não sei do que a letra fala (não consegui achar), então por enquanto  é basicamente os dois pagando de fodão por 3:23 minutos. O instrumental é bom, mas não tem uma variação, então acaba se tornando meio monótono. Assim como a anterior, não faz muito por si só, e acho que, se tivesse sido colocada logo após da title, não teria um impacto negativo assim.

Agora é a vez de I Guess I Need U. O começo é muito bom, nos faz esperar por mais um número de rap, mas ela acaba virando uma midtempo. Achei o rap do Zelo meio deslocado, como se tivessem colocado ali só pra ele ter o que fazer na música, mas nada que estrague a faixa. O refrão é bem legal, e os “guess i need you all day” ajudam bastante e o berro do Daehyun lá pelo fim da música é outro ponto alto, gostei bastante da faixa.

Chiquita, a 9° faixa do Noir, é um desses clones de Uptown Funk que aparecem por ai aos montes. Sua posição na tracklist transforma a música num ponto alto do álbum, mesmo que por si só seja um pouco genérica. Mas eu gostei e com certeza vai marcar presença nas minhas faxinas.

Todo álbum de kpop tem duas alternativas quando acaba: terminar com uma ballad ou um desses números de violão que servem pros fãs balançarem o lightstick quando é a vez dela no concert. E Walk é exatamente isso, só que ANTES do final. É inofensiva, mas é perceptível que foi enfiada na tracklist só pra preencher mesmo.

Now, solo do Jongup, segue o mesmo clima de Walk. Não é uma inédita pra quem acompanha o grupo, já que ele havia apresentado na turnê que o B.A.P teve nesse ano. É a famigerada filler, mas de qualquer forma tem seu aproveitamento por Jongup ser um dos mais ofuscados do grupo. Curti que deixaram ele gravar uma versão de estudo e mostrar boa parte de seu potencial fora da dança.

O Noir ~termina~  com a versão coreana de Kingdom, que foi a title do primeiro full álbum japonês deles e que passou batida por muita gente. Kingdom é B.A.P sendo B.A.P e eu não poderia ter gostado mais. Gosto mais da versão japonesa, mas tenho certeza que se tivesse ouvido a coreana primeiro, o estranhamento seria ao contrário, é sempre assim comigo. É uma ótima faixa e sua adição no álbum foi bem-vinda.

Pra fechar oficialmente, temos o instrumental de Skydive e de Fermata. O da title já era previsto e é bem interessante, já o da segunda citada foi só pra preencher track mesmo. Enfim, não dou tanta bola pra instrumentais, o que eu vou ouvir de novo vai ser só até a faixa 11.

De qualquer forma, Noir é um bom álbum e que funciona muito bem, tendo poucas fillers e somente uma que não me agradou (ao contrário dos outros dois lançamentos que B.A.P teve nesse ano, onde somente o single e uma ou duas faixas prestavam). Yongguk acertou a mão e acertou muito.

BAP_NOIR_ONLINE COVER_

The Misconceptions Of Me ~ Review 

B.A.P – Noir 

Lançamento : 07/11/2016

Nota: 8,5

TOP 3: Killer, Ribbon In The Sky e Skydive

E vocês, o que acharam do Noir?

Não se esqueçam de curtir a página do blog, e se gostou do post, divulgue ❤

Anúncios

3 comentários sobre “REVIEW: B.A.P – NOIR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s